Missão e Código de Ética

1. Directrizes éticas

  1. Ser sempre orientado para servir da melhor forma os interesses dos seus membros.
  2. A responsabilidade primária dos seus responsáveis é a segurança, saúde e bem-estar dos seus membros.
  3. Recrutar, treinar e formar os seus colaboradores com objectivo de providenciar programas e serviços de melhor qualidade.
  4. Incorporar novas pesquisas, programas e tendenciais para oferecer exercício, saúde e bem-estar de acordo com as necessidades dos seus membros.
  5. Seguir os padrões delineados por profissionais do campo da medicina, para a Avaliação Médica e Avaliação da Condição Física.
  6. Registar e investigar as causas de todas as reclamações / sugestões.

 

2. Ambiente seguro e confortável

  1. Manter as instalações ou áreas de exercício limpas, bem iluminadas, e ventiladas em conformidade com os regulamentos governamentais e directrizes impostas pela seguradora.
  2. Proporcionar um número adequado de colaboradores, tendo em conta a quantidade de clientes que atendemos em simultâneo.
  3. Seguir um plano regular de manutenção dos equipamentos, de acordo com as instruções dos fabricantes, e consertar ou substituir de imediato equipamentos com defeito.
  4. Certificar que todos os colaboradores têm conhecimentos de primeiros socorros e procedimentos de emergência. Estabelecer sistemas de emergência e formar os colaboradores na execução dos mesmos.
  5. Seguir directrizes de volume máximo para a música. Recomenda-se que a intensidade de música durante as aulas de grupo não excede os 90 decibéis (dB), uma vez que a voz do instrutor precisa de ser 10 dB) mais alto do que a música para se fazer ouvir, a voz do instrutor deve portanto ser de 100 dB.
  6. Registar, monitorizar e investigar todos os incidentes de doença ou lesão.

 

3. Práticas empresariais justas

  1. Em campanhas promocionais ser justo e honesto. O nosso objectivo principal é ajudar o potencial membro a desenvolver escolhas e opiniões informadas. Evitar ambiguidade, sensacionalismo, exagero e superficialidade.
  2. Explicar e fornecer uma politica de preços e modos de pagamento claros, e por escrito. Se um membro assinar um contrato, a linguagem do mesmo deve ser de compreensão simples.
  3. Fazer cumprir os contratos com os membros e colaboradores.
  4. Empregar práticas de contratação justas, e categorizar os colaboradores de acordo com a lei em vigor.

 

4. Colaboradores qualificados

  1. Facilitar oportunidades para os colaboradores adquirirem ou manterem a formação, para ensinarem adequadamente e aos membros.
  2. Motivar e incentivar os colaboradores que demonstrem uma vontade contínua de se manterem à par de novos desenvolvimentos, conceitos e práticas essenciais para dar aos membros a mais alta qualidade de serviço.
  3. Reconhecer os limites nos serviços e técnicas, e assegurar que os colaboradores desempenham actividades dentro de suas competências e acreditações profissionais. Os membros devem ser encaminhados para outros serviços ou profissionais para assuntos que recaíam fora da sua actual competência.
  4. Estabelecer padrões, e um ambiente que venha a preservar a conduta técnica, directiva, e profissional do mercado.
  5. Monitorizar os colaboradores para que esteja de acordo com a actividade exercida, de forma a transmitir apresentação, conforto e segurança aos membros.

 

5. ética profissional apropriada

  1. Nunca explorar sexualmente, economicamente ou de qualquer outra forma, uma relação profissional com um igual, um colaborador, um colega ou um membro.
  2. Respeitar o direito à privacidade de cada membro ou colaborador. Conversas, comportamentos, resultados e identidades devem ser mantidos confidenciais.

 

6. Verdade, justiça e integridade em todas as decisões

  1. Agir com integridade em todas as relações com colegas e outros profissionais.
  2. Nunca discriminar a raça, doutrina, cor, sexo, idade, deficiência física ou nacionalidade.
  3. Como consequência a desentendimentos e conflitos, empregar comportamentos, factos e formas não derrogativas de comunicação – não proferir comentários pejorativos, rumores, culpabilização e outras respostas destrutivas.
  4. Nunca desacreditar ou rebaixar publicamente a dignidade do indivíduo, organização, ou instalação através da conduta ou comentários.
  5. Apresentar informação de forma concisa e clara para ajudar melhor o membro a tomar uma decisão informada.
TOP